Maricá inicia aplicação da dose de reforço em idosos de 95 anos ou mais

A Prefeitura de Maricá, através da Secretaria Municipal de Saúde, iniciou nesta quarta-feira (15) a aplicação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em idosos de 95 anos ou mais.

Para poder tomar a dose é necessário que o senhor (a) tenha seis meses ou mais da aplicação da segunda dose, apresentando os seguintes documentos: comprovante da primeira e segunda dose, documento com foto e cpf em um dos seis polos de vacinação da cidade.

Os idosos acamados podem receber a vacina em casa, basta entrar em contato com a unidade de referência para agendar o atendimento.

A dose de reforço está disponível para imunossuprimidos, de qualquer idade, que tenham recebido a 2º dose há 28 dias ou mais.

De acordo com a lista divulgada pelo Ministério da Saúde, poderão se vacinar pessoas com imunodeficiência primária grave, quimioterapia para câncer, transplantados de órgão sólido ou de células tronco, pessoas vivendo com HIV/Aids com CD4 <200 céls/mm3; pacientes em hemodiálise ou com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas (reumatológicas, autoinflamatórias, doenças intestinais inflamatórias). Também estão na lista as pessoas que fazem uso de corticoides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias ou uso de drogas modificadoras da resposta imune, conforme lista abaixo:

Metotrexato; Leflunomida; Micofenalato de mofetila; Azatiprina; Ciclofosfamida; Ciclosporina; Tacrolimus; 6-mercaptopurina; Biologicos em geral (infliximabe, etanececept, humira, Adalimumabe, Tocilizumabe, Canakinumabe, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacepte, Secukinumabe, Ustekinumabe); Indicadores da JAK (Tofacitinibe, Baracitinibe e Upadacitinibe).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.