Maricá: Candidatos ao Prêmio Novos Pesquisadores participam de roda de conversa

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Comunicações, promoveu nesta quarta-feira (22/06) uma roda de conversa sobre a 5º edição do Prêmio Novos Pesquisadores, no auditório do Banco Mumbuca, no Centro. O evento contou com a presença dos 44 alunos inscritos na disputa pelo prêmio, que será entregue em dezembro e vai dar notebooks para os três primeiros colocados do 9º ano do Ensino Fundamental (categoria A), do 3º ano do Ensino Médio (categoria B) e para os orientadores dos trabalhos.

Pela manhã, a roda teve os 33 inscritos da categoria A, enquanto os 11 restantes da categoria B participaram na parte da tarde. Na abertura, o secretário Marcos Ribeiro falou sobre a questão do nervosismo nas apresentações dos trabalhos e procurou estimular os candidatos a superar essa barreira ao longo do concurso. “É natural que haja esse nervosismo ao se apresentar. Eu sou uma pessoa tímida e cheguei onde cheguei. Portanto, vençam a timidez e falem mesmo, falem tudo o que vocês acham importante ao mostrar o que produzirem”, incentivou ele, em um discurso que permeou as falas seguintes.

Experiência marcante na vida dos jovens

Dois dos vencedores da categoria A da edição do ano passado estavam entre os integrantes da mesa diretora, juntamente com as professoras Mariana Sayde Ribeiro (que foi orientadora de um dos alunos) e Raquel Freitas de Lima, escritora e doutora em Linguística, que atua no Instituto Federal Fluminense (IFF).

“Tivemos um tempo de isolamento por causa da pandemia que tornou o trabalho mais difícil, mas ainda assim foi uma experiência nova e marcante para mim. Tenho certeza que todos vocês são capazes fazer muito bem”, declarou a segunda colocada de 2021, Maria Clara Caldeira de Azevedo, de 15 anos, aluna do CEM Joana Benedicta Rangel.

Fellipe dos Anjos Coelho, de 15 anos, que ficou em terceiro representando a EM João da Silva Bezerra, lembrou que foi um processo exaustivo e desafiador, mas também muito prazeroso. “Concordo que é preciso superar o nervosismo, porque pode atrapalhar. Quando ficava nervoso, eu dizia para mim mesmo ‘eu sou o cara’, porque sabia que era capaz e consegui, assim como todos aqui também podem. É algo que marca a vida para sempre e meu sentimento hoje é de realização”, garantiu o jovem.

Idealizadora da roda de conversa e integrante da banca examinadora, a professora Raquel Feitas fez uma apresentação falando sobre a pesquisa científica e defendeu que atividades como o Prêmio Novos Pesquisadores sejam permanentes. “É necessário que haja ainda mais estímulo à pesquisa, pois a ciência deve ser uma coisa ininterrupta, uma vez que as demandas dela não param. Esse encontro nos serve para mostrar como funciona uma pesquisa e qual a melhor maneira de prepará-la”, justificou.

5º Prêmio Novos Pesquisadores

O Prêmio Novos Pesquisadores visa estimular a inclusão dos estudantes da Educação Básica em ações e processos que integram o campo da pesquisa científica, desenvolvendo a criatividade, curiosidade, o interesse e resgate histórico, o questionamento da realidade, o conhecimento de técnicas e instrumentos metodológicos e científicos.

Os três primeiros colocados de cada categoria, além do orientador, receberão um notebook e um certificado como prêmio. Todos os participantes – orientadores e estudantes – receberão um certificado de participação. Após as inscrições, o artigo científico deverá ser entregue de forma impressa até o dia 12 de agosto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!