ATUALIDADESBAIRROS

Radialista Washington Rodrigues, o Apolinho, falece aos 87 anos deixando legado no rádio brasileiro

Na noite desta quarta-feira, o mundo do rádio brasileiro perdeu uma de suas maiores personalidades. O radialista Washington Rodrigues, conhecido carinhosamente como Apolinho, faleceu aos 87 anos de idade. Ele deixou um legado marcante e uma trajetória admirável no mundo das ondas sonoras, com passagem pela Globo e seu trabalho mais recente como comentarista e apresentador na Super Rádio Tupi.

Apolinho estava internado no Hospital Samaritano, localizado na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde recebia tratamento para combater um câncer no fígado. Infelizmente, seu estado de saúde se agravou, e seu falecimento ocorreu na noite de quarta-feira.

Nascido em setembro de 1936, Washington Rodrigues construiu uma carreira brilhante no rádio ao longo dos anos. Sua voz inconfundível e seu talento como comunicador conquistaram o público e o tornaram um dos maiores nomes da história do rádio brasileiro.

Com uma passagem marcante pela emissora Globo, Apolinho conquistou admiradores e colegas de profissão. Sua voz e seu conhecimento sobre esportes e, especialmente, sobre futebol, cativaram milhares de ouvintes ao longo de sua carreira. Além disso, ele teve a oportunidade de exercer seu amor pelo futebol ao ser treinador do Flamengo em 1995, clube do qual era torcedor fervoroso.

Nos últimos anos, Apolinho encontrou seu lar na Super Rádio Tupi, onde atuava como comentarista e apresentador. Sua presença nas transmissões esportivas era sempre aguardada pelos ouvintes, que admiravam sua paixão, conhecimento e irreverência.

Durante seus últimos momentos de vida, Apolinho permaneceu lúcido, porém lutando contra um tumor agressivo. O tratamento de quimioterapia foi realizado até onde foi possível, mas infelizmente seu estado de saúde era irreversível.

Com a notícia de seu falecimento, o mundo do rádio e do esporte se despede de um ícone. Washington Rodrigues deixa um legado inegável e será lembrado como um dos maiores comunicadores do Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido!