Pedágio pode ser implementado na RJ-106 pelo Governo do Estado

A Rodovia Amaral Peixoto, RJ-106, que vai de Maricá a Macaé, na Região dos Lagos, pode ganhar um pedágio futuramente.

O Governo do Estado do Rio está fazendo estudos para formar uma proposta de concessão da RJ-106, visando criar um pedágio na pista que é uma das mais movimentadas do Rio de Janeiro.

Uma equipe formada por membros da subsecretaria de Concessões e Parcerias do Governo do Estado, representantes de uma empresa de consultoria de engenharia e um consultor do BNDS visitaram Vantoil Martins (CDI), prefeito de Iguaba Grande, para uma reunião sobre o assunto.

Reuniões já foram realizadas em Maricá, Rio das Ostras, Macaé, Cabo Frio e Búzios. Saquarema, Araruama e São Pedro da Aldeia ainda serão visitadas para discutir sobre o assunto. O estudo segue acontecendo e tem previsão de entrega para janeiro de 2022, informou a entidade.

Vir à Região dos Lagos pode ficar ainda mais caro para moradores do Rio. Neste momento, os moradores da capital desembolsam R$ 4,90 no pedágio da Ponte Rio-Niterói, e caso usem a RJ-124, a ViaLagos, devem pagar uma taxa, que varia entre R$ 14,70 a R$ 24,50, dependendo do dia e horário.

O prefeito de Maricá, Fabiano Horta (PT), não se pronunciou sobre o assunto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.