Maricá: Ordem Pública realiza reunião mensal do GGIM

A Prefeitura de Maricá realizou nesta quinta-feira (23/06) uma reunião mensal do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), no auditório do Banco Mumbuca, no Centro, com a participação de representantes do legislativo, do Ministério Público, da Defensoria Pública, das Polícias Civil e Militar e do Conselho Comunitário de Segurança. Também participaram do encontro os secretários de Transporte e Trânsito e Engenharia Viária. Entre os assuntos abordados estiveram as atuações dos grupamentos da Ronda Escolar, de Defesa Ambiental, Maria da Penha, de Trânsito, da Ouvidoria da Guarda Municipal, entre outros.

“É uma satisfação imensa receber todos em mais uma reunião do GGIM, na ocasião em que os problemas que chegam são apresentados e têm que ser solucionados por todos nós. Aqui, nós não jogamos os problemas para a polícia resolver e pensamos juntos o que vai ser feito. Por isso, é importante a transparência das nossas ações”, disse o secretário de Ordem Pública e Gestão de Gabinete Institucional (Seop), Júlio Cesar Veras.

A estrutura da Seop (Proeis, Ciosp), a modernização da frota e a participação em grandes eventos também foram discutidas. Atualmente, cerca de 130 homens atuam por dia nas ruas da cidade por meio do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), sendo 68 policiais de dia e 62 à noite. O efetivo pode chegar a 170, ou seja, Maricá conta com 40 vagas reservadas a serem utilizadas quando houver necessidade de serviço, como por exemplo, em grandes eventos.

De janeiro a maio deste ano, foram registradas 26 ocorrências, sendo as principais averiguação de pessoas (23%) e de veículos (12%), encontro de cadáver (8%), roubo a transeunte (4%) e de veículos (4%).

Ações da Guarda Municipal

Desde o início da pandemia, cerca de 8500 ligações foram recebidas pelo Disk Seop. A Ouvidoria fez 39 atendimentos de janeiro a maio de 2022. Entre os principais assuntos, elogios (38%), reclamações (38%), denúncias (15%) e sugestões (8%), sendo 41% feitos pelo WhatsApp e 23% pelo email. Os contatos da Ouvidoria são (21) 99759-7852, do WhatsApp (apenas mensagens de texto) ou ouvidoriagmm@marica.rj.gov.br.

Com 16 guardas municipais, o Grupamento de Ronda Escolar realizou no último mês, 575 visitas e promoveu 14 palestras, oito mediações de conflitos e dois atendimentos a pedestres. Em todas as ações, a proteção das crianças e dos adolescentes foi colocada como prioridade. A Secretaria de Ordem Pública e Gestão de Gabinete Institucional prevê novas viaturas para o grupamento e também treinamento de mais profissionais para ampliar o atendimento qualificado aos estudantes.

As principais ações do Grupamento de Defesa Ambiental, entre os meses de janeiro e maio de 2022, foram de combate à queimada (30%); à pesca ilegal (15%); além de montagem de churrasqueira em área de praia (12%); resgate de animal silvestre (11%) e atendimento a denúncias de maus tratos de animais domésticos (7%, totalizando 121 atendimentos).

O Grupamento Maria da Pena atuou em seis casos de violência doméstica e um descumprimento de medida protetiva desde que iniciou as atividades em maio de 2022 até o momento. Os agentes também identificaram uma situação em que a vítima era perseguida nas redes sociais por seu agressor e ela foi conduzida à delegacia, onde o registro da ocorrência foi feito.

O Grupamento Especial de Trânsito registrou 1.233 infrações e removeu 27 veículos estacionados irregularmente para o pátio legal. Entre as principais infrações registradas estão estacionamento na calçada, a falta do uso do capacete e o estacionamento em local proibido pela sinalização.

Centro de Operações de Segurança (Ciosp)

As 136 câmeras do Centro de Operações de Segurança (Ciosp) ajudaram na identificação e recuperação de veículos clonados (cinco em 2020, cinco em 2021 e oito em 2022) e roubados (quatro em 2020, cinco em 2021 e um em 2022). Um projeto de expansão do monitoramento está em andamento e contará com 250 novas câmeras.

O Centro Integrado de Segurança de Maricá já é referência em monitoramento no estado do Rio de Janeiro, recebendo a visita de gestores de diferentes cidades, como as Guardas Municipais de Magé, Itaboraí e Duque de Caxias, a Coordenadoria Especializada de Tecnologia da Informação e Comunicação (CETIC) e a 6ª Cia da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

Subsecretário de Governo, Alexandre Costa destacou que há ações importantes em andamento, que contribuem para reforçar a segurança na cidade, como a Cidade da Ordem Pública, que, segundo ele, já estão bem encaminhadas.

“Muitas vezes as pessoas sofrem a violência e acham natural e não relatam. Precisamos educar nossos meninos nas escolas. Para o Minha Casa Minha Vida de Itaipuaçu, nós temos projetos avançados, que vamos estender para demais bairros da cidade. Acredito que assim ajudamos a reduzir a violência quando debatemos outros temas, como a iluminação de locais escuros, por exemplo. É visível que o trabalho melhorou muito. São frequentes os elogios sobre a atuação da Guarda Municipal. A sensação de segurança que temos em Maricá agora é outra”, disse Alexandre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!